Pular para o conteúdo principal

Postagens

INSCRIÇÕES ABERTAS: ABBA PAI

É hora de fazer uma escolha em sua vida!  DEUS ou nada. Que realidades fúteis você precisa abandonar? O que te falta entregar ao Senhor? É hora de decisão e o Retiro Abba Pai deste ano quer te levar a decidir-se por Deus ou por nada! Já sabe qual será sua resposta ? FAÇA SUA INSCRIÇÃO AQUI   ATENÇÃO:  O retiro acontecerá nos dias 9 e 10 de Março , na  Casa de Maria , Centro de evangelização da Comunidade Encontro, Cachoeiro de Itapemirim - ES. Centro de Evangelização "Casa de Maria" (Zona Rural - Localidade São Simão / Bairro IBC, Cachoeiro de Itapemirim, ES. Referência: estrada de chão logo após a Polícia Federal sinalizada com placas indicativas.) - As inscrições são gratuitas - Teremos camping  (traga sua barraca e seus objetos pessoais) - Praça de alimentação aberta:  vendendo lanches, almoço, doces... Para mais informações: (28) 99978-8205
Postagens recentes

VOCACIONAL ENCONTRO 2024

Deus não quer nenhum dos seus filhos perdidos e sem rumo, sem sentido de vida. Ele quer pra você vida e vida em abundância! Às vezes o que mais fazemos na vida é fugir da felicidade e da verdade porque temos medo delas, mas aí está o grande erro e engano da humanidade, pensamos que Deus quer nos prender sendo que é exatamente ao contrário. Todos que se entregam ao Senhor e  ENCONTRAM  sua vocação  ENCONTRAM  também o  SENTIDO DE SUA VIDA  e não trocam isso por nada. Os verdadeiros filhos deste Carisma não trocam por nada a vida que Deus os chama a viver unidos a Ele na Cruz. Vida de lutas e dores que são revertidas em experiências de liberdade e alegria eterna. O Senhor nos conduz constantemente a fazer como nosso Pai Bento, abandonar as realidades fugazes e capturar o eterno , renunciando a própria carne, morrendo para o mundo e abraçando a Cruz de Cristo.  Permanece na Casa do Pai aquele que verdadeiramente deseja ser santo , enfrenta como um guerreiro na fé os combates diários e nad

QUARESMA DE SÃO MIGUEL ARCANJO

  A Quaresma de São Miguel Arcanjo deve ser rezada entre os dias 15 de agosto e 29 de setembro (exceto aos domingos, dia dedicado ao Senhor), dia da Festa de São Miguel. Pode ser rezada também em outras épocas do ano por um período de 40 dias. Para se preparar para essa Quaresma é necessário: * Acender uma vela abençoada diante de uma imagem ou estampa de São Miguel Arcanjo; * Oferecer uma penitência durante os 40 dias; * Fazer o sinal da cruz; * Rezar essas orações todos os dias: Oração inicial para a Quaresma São Miguel Arcanjo, defendei-nos no combate, sede o nosso refúgio contra as maldades e ciladas do demônio. Ordene-lhe, Deus, instantemente o pedimos. E vós, príncipe da milícia celeste, pela virtude divina, precipitai ao inferno satanás e os outros espíritos malignos, que andam pelo mundo para perder as  almas . Amém. Sacratíssimo Coração de Jesus (3x). Ladainha de São Miguel Arcanjo Senhor, tende piedade de nós. Jesus Cristo, tende piedade de nós. Senhor, ten

Canto Gregoriano: A música litúrgica perfeita

Alguém poderia pensar que não há muito o que dizer sobre algo que se chama “cantochão”. Afinal de contas, a palavra mesma já indica que se trata de algo plano e que é um canto. Na verdade, o único sentido em que se pode dizer que o canto gregoriano é “plano” é que suas belas melodias foram compostas para cantar-se sem acompanhamento e harmonização, como convém à antiga cultura monástica da qual elas nasceram. Isto a que chamamos canto gregoriano é uma das formas de arte mais ricas e sutis na música ocidental — na música de qualquer cultura, melhor dizendo. A tradição de cantar a Escritura, uma prática conhecida como cantilena, começou pelo menos mil anos antes do nascimento de Cristo. Vários livros do Antigo Testamento, especialmente os Salmos e as Crônicas, atestam a função central que desempenhava a música no culto do Templo. Algumas melodias gregorianas ainda em uso são notavelmente próximas das melodias cantadas nas sinagogas hebraicas, como o tonus peregrinus usado para o Salmo 1

A graça e as virtudes

A graça é a fonte da obra de santificação; cura e eleva a natureza fazendo-nos capazes de agir como filhos de Deus. 1. A graça Deus chamou o homem a participar da vida da Santíssima Trindade. “Esta vocação para a vida eterna é  sobrenatural ” ( Catecismo , 1998) [1] . Para nos conduzir a este fim último sobrenatural, concede-nos já nesta terra um início dessa participação que será plena no céu. Este dom é a graça santificante, que consiste em uma “incoação da glória”. Por tanto, a  graça santificante : — “é o dom gratuito que Deus nos concede de sua vida, infundida pelo Espírito Santo em nossa alma, para curá-la do pecado e santificá-la” ( Catecismo , 1999); — “é uma  participação na vida divina ” ( Catecismo , 1997; cfr. 2  Pe  1, 4), que nos diviniza (cfr.  Catecismo , 1999); — é, portanto, uma  nova vida , sobrenatural; como um novo nascimento pelo que somos constituídos em filhos de Deus por adoção, partícipes da filiação natural do Filho: “filhos no Filho”; — introduz-

A vida celibatária exige uma entrega total

Perseverar... quanta graça experimenta um coração perseverante! Preste atenção que vos escrevo dizendo apenas ‘um coração perseverante’, e não um coração que não tem em sua vida lutas e batalhas diárias. Meus irmãos, uma pessoa que compreende sua missão, seu chamado e vocação, e nela persiste, ela é muito mais feliz e realizada. Não é aquela pessoa que vive de “galho em galho”, de troca em troca, quase que sua vocação se torna buscar a vocação. Não, definitivamente não fomos criados para isso. É preciso assumir o todo de uma escolha! E como é difícil para nós querermos isso, sim, como é difícil! Querem ser promovidos numa empresa, mas não querem ter mais responsabilidades, querem se casar, mas não querem educar seus filhos santamente, isso quando querem os ter, querem dizer sim a Deus, mas não querem morrer para si mesmos! Amados, a vida celibatária está totalmente envolta desta perspectiva! Perseverança e abraçar tudo o que Nosso Senhor nos oferece nesta escolha! Quantos ini

Onde está a felicidade do Natal?

Neste tempo, todas as pessoas dizem umas às outras: Feliz Natal. Mas, quando olhamos para a cena do Natal originário, não parece que exista ali algo de feliz: no presépio o que se vê é uma mulher prestes a dar à luz num ambiente totalmente inóspito (uma caverna que servia de curral), sendo um cocho o único berço que ela podia oferecer ao seu filho. O pobre São José, ali, parecia ter fracassado em seus deveres de pai e provedor, incapaz de oferecer à sua família um teto decente e o mínimo conforto. O que há, então, de feliz no Natal? A fim de entender, de fato, por que desejamos Feliz Natal e por que o Natal é feliz, é preciso entender de onde vem a felicidade dos santos. Diante de Jesus que vai nascer, nós temos as duas almas mais santas, os dois corações mais santos que já existiram: o da Virgem Santíssima e o de São José. Em termos de santidade, estes dois estão acima de todos os anjos e santos. Então, é para eles que devemos olhar. Se olhamos para nós mesmos, percebemos que muitas v