Pular para o conteúdo principal

10 conselhos de São Bento para melhorar sua vida diária


São Bento de Núrsia pode ter vivido 1.500 anos atrás (480-547), mas a sabedoria por ele transmitida em sua Regra ainda ajuda muita gente a trilhar o caminho da santidade.

Esses conselhos representam um verdadeiro caminho de conversão do coração, um caminho para o renascimento no Espírito que Jesus revelou a Nicodemos. No entanto, não precisamos ser monges ou santos para sermos ajudados por sua perene sabedoria. Aqui estão 10 dicas que podem nos fazer muito bem:

1. “MEUS FILHOS, OUVI-ME”
É assim que a Regra começa. Para ouvir, devemos primeiro manter o silêncio. Para um monge beneditino, falar sem necessidade, sem dizer nada de valor, era censurável. A maioria de nós não está vinculada a esse grau de rigidez, mas o silêncio nos permite refletir sobre nós mesmos e estar mais atentos aos outros, ajuda-nos a ser mais pacíficos e nos coloca na presença de Deus.

2. O TRABALHO AJUDA A TER UMA MENTE SAUDÁVEL
“A ociosidade é inimiga da alma”, escreve São Bento. Ele ordenou que seus monges dividissem seu tempo entre o trabalho, a leitura e a oração, de tal maneira que desenvolvessem um corpo, mente e alma equilibrados.

3. TRANSFORME CADA TAREFA EM ORAÇÃO
Para São Bento, toda tarefa participa da obra criadora de Deus e dos sofrimentos de Cristo. O trabalho deve ser considerado um serviço aos outros e uma forma de oração.

4. NOSSOS DIAS DEVEM SEGUIR UM RITMO
Em um mosteiro, a Regra impõe um tempo para tudo: oração, trabalho, leitura, reflexão… Esses princípios antigos ainda estão sendo ensinados como parte das habilidades de administração do tempo em escolas de negócios e em livros de autoajuda, que nos encorajam a estabelecer certos princípios e os horários de início e fim de cada tarefa.

5. SEJA ATENCIOSO COM OS OUTROS
Para São Bento, o respeito deve caracterizar todos os nossos relacionamentos com outras pessoas. “Que todos sejam recebidos como Cristo”, diz ele, falando sobre os visitantes, “especialmente os pobres e os viajantes”. Se formos todos atenciosos uns com os outros – até mesmo com nossos inimigos – contribuiremos para construir um mundo que reflita o amor de Deus.

6. PRATICAR A DISCIPLINA
O santo abade dizia a seus monges para que eles parassem o que estavam fazendo pontualmente quando chegasse a hora de passar para outra tarefa, embora possa ser difícil fazê-lo; mas se deve fazê-lo em obediência à vontade de Deus. Podemos não ter um abade nos dizendo qual é o nosso cronograma, mas nos obrigarmos a seguir um cronograma bem planejado realmente nos liberta da escravidão do improviso e dos impulsos.

7.LEIA FREQUENTEMENTE PARA ALIMENTAR SUA MENTE E ALMA
São Bento indicava que seus monges dedicassem uma parte importante de seu dia à leitura das Escrituras ou outros livros edificantes, em intervalos de períodos de trabalho, oração e durante as refeições. Ler bons livros pode nos dar novas ideias, tornar-nos mais empáticos, ampliar nossa mente e nos ensinar a sabedoria do passado e do presente.

8.ENTENDER E RESPEITAR SUAS PRIORIDADES PRÓPRIAS
Para os monges, a maior prioridade é buscar a Deus, especialmente na oração. Tudo na Regra está organizado em torno desse princípio. São Bento repete isso em formulações ligeiramente diferentes. Precisamos saber quais são nossas prioridades e respeitar essas prioridades na forma como usamos nosso tempo.

9.FAÇA AS PAZES COM OS OUTROS
De várias maneiras e circunstâncias, São Bento exorta seus monges a se desculparem sempre que ofenderem outras pessoas. Ele os lembra a palavra da Sagrada Escritura que diz para “buscar a paz” e, “em caso de discórdia com qualquer um, fazer as pazes antes do pôr do sol”. Isso nos ajuda a crescer em bondade, além de contribuir para a estabilidade da comunidade.

10.VIVA CADA DIA COMO SE FOSSE O ÚLTIMO
O santo abade dizia a seus monges para “manter a morte diante de seus olhos diariamente”. Isso nos ajuda a lembrar de nossas prioridades e a focar nos aspectos essenciais.

Podemos não ser monges, mas os monges também são pessoas, e a natureza humana não muda. A visão de São Bento sobre a humanidade continua valiosa hoje em dia. Espero que essas dicas nos iluminem ou nos lembrem de maneiras pelas quais podemos ser pessoas mais felizes e melhores, com a ajuda de Deus.

Aleteia 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Oração para se libertar da Dependência Afetiva

Senhor Jesus Cristo, reconheço que preciso de ajuda. Cedi ao apelo de minhas carências e agora sou prisioneiro desse relacionamento. Sinto-me dependente da atenção, presença e carinho dessa pessoa. Senhor, não encontro forças em mim mesmo para me libertar da influência dessas tentações. A toda hora esses pensamentos e sentimentos de paixão e desejo me invadem. Não consigo me livrar deles, pois o meu coração não me obedece. A tentação me venceu. E confesso a minha culpa por ter cedido às suas insinuações me deixando envolver. Mas, neste momento, eu me agarro com todas as minhas forças ao poder de Tua Santa Cruz. Jesus, eu suplico que o Senhor ordene a todas as forças espirituais malignas que me amarram e atormentam por meio desses sentimentos para que se afastem de mim juntamente com todas as suas tentações. Senhor Jesus, a partir de agora eu não quero mais me deixar arrastar por esses espíritos de impotência, de apego, de escravidão sentimental, de devassidão, de adultério, de louc

Milagres de São Bento

Santa Escolástica, irmã gêmea de São Bento, testemunha o poder de Deus               Muitas pessoas perturbadas e possessas por espíritos maus, foram libertas por São Bento. Quando São Bento ordenava que os espíritos saíssem, quando estes não obedeciam, ele esbofeteava a pessoa ou a tocava forte com o cajado, mas quem sentia o golpe era o demônio. Sobre isto comenta Santa Escolástica, que por duas ocasiões viu que após alguns golpes os espíritos deixavam as pessoas como se tivessem levado uma bruta surra. A pedra que não se movia               Havia ali também a construção uma enorme pedra, que serviu de altar para sacrifícios ao deus pagão Apolo. Tentavam os monges remove-la, mas não conseguiam. Chamaram São Bento, que percebeu que a pedra era segurada por demônios. O Santo ordenou que se retirasse, fez o Sinal da Cruz e os demônios fugiram e a pedra pode ser removia com grande facilidade. Salva da morte São Plácido               Numa certa ocasião aconteceu que um meni

EXAME DE CONSCIÊNCIA PARA JOVENS E ADULTOS

Como se faz o exame de consciência? Faz-se o exame de consciência trazendo à memória os pecados cometidos, a partir da última confissão bem feita.  “Qual é a mulher, que tendo dez dracmas, e perdendo uma, não acende a candeia e não varre a casa e não procura diligentemente até que a encontre? E que, depois de a achar, não convoque as amigas e vizinhas, dizendo: Congratulai-vos comigo, porque encontrei a dracma que pinha perdido?” (Lucas 15, 8-10) A dracma era uma moeda corrente na Judéia. A solicitude da dona de casa, apresentada na parábola do Evangelho a procurar a moeda em todos os ângulos dos quartos e das salas, é um excelente convite à nossa alma. Devemos examinar atentamente nossa consciência antes de nos aproximarmos da santa confissão. Não é possível detestar e confessar um mal sem conhece-lo. Ao passo que, o seu conhecimento, leva-nos à detestação e ao desejo de nos libertarmos dele quanto antes. O exame de consciência é, por conseguinte, a indagação at