Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2018

AFINAL, O QUE SIGNIFICA SER FAMÍLIA?

Por Fernando Acácio de Oliveira [1]   Yasmin Maia Viana [2] Atualmente em nossa sociedade ouvem-se muitas discussões sobre as famílias e suas relações no mundo. Discute-se se existem entre as famílias atitudes de diálogo, presença, responsabilidade profissional, comprometimento, experiências compartilhadas e a arte de amar apontadas como ingredientes básicos da humanização familiar, envolvida num processo de cuidado e respeito dentro do conjunto social. Fazendo um resgate histórico, vemos que na antiguidade, o conceito de família era ligado à noção de convivência por mera necessidade, sem a existência de laços socioafetivos. Atualmente, a Constituição Federal apresenta uma visão funcionalizada da família, à luz da socialidade, assentada na realização da felicidade. Sob o olhar do direito civil, vemos que antes de CRFB/88, o direito nacional somente reconhecia a família criada com o casamento. Com a Carta Magna de 1988, o constituinte passou a abordar como núcleos familia

Papa Francisco: vocação é escuta, discernimento e vida

A nossa vida e a nossa presença no mundo são frutos de uma vocação divina, para a qual é preciso um processo de discernimento. Escutar, discernir e viver a Palavra de Deus Na diversidade e especificidade de cada vocação, pessoal e eclesial, é preciso escutar, discernir e viver a Palavra, que nos chama do Alto e, ao mesmo tempo, nos permite render nossos talentos, fazendo de nós instrumentos de salvação no mundo e orientando-nos à plenitude da felicidade. O chamado do Senhor não é evidente, como tantas coisas que podemos ouvir, ver ou tocar na nossa experiência diária. Deus vem de forma silenciosa e discreta, sem se impor à nossa liberdade. Assim pode acontecer que a sua voz fique sufocada pelas muitas inquietações e solicitações que ocupam a nossa mente e o nosso coração. Ler os sinais dos tempos com os olhos da fé Por isso, é preciso “preparar-se à uma escuta profunda da sua Palavra, prestar atenção aos seus detalhes diários e aprender a ler os sinais dos tempos com

ABORTO: UM ATENTADO CONTRA A VIDA

Por Seminarista Fernando Acácio de Oliveira Diocese de Cachoeiro de Itapemirim-ES. Na sociedade atual, com toda a liquidez de valores a vida passou a ser um fato banal, sem importância. E muito mais grave quando a prática do aborto ataca vidas indefesas, inocentes e frágeis. Atentar contra a vida de um indefeso é atentar contra a própria existência humana. Do direito à vida derivam todos os outros direitos, dos quais aquele é condição necessária. As diversas justificações que estão sendo elaboradas para referendar a prática do aborto, tem como raiz comum deslegitimar a presença e alteridade do nascituro como pessoa humana atendendo interesses ou situações às vezes sentimentais, outras de conforto financeiro, ou de dominação imperial, chamando de interrupção da gravidez, o que os bombardeios inteligentes chamam de danos colaterais, ou seja, eliminação de vidas humanas. O termo “nascituro” aqui é entendido em sua etimologia que significa “aquele que há de nascer”. A prática do abo

Vocacional Encontro 2018

ENCONTRAR Deus, ENCONTRAR a si mesmo, ENCONTRAR os irmãos, TE ENCONTRAR ...  Estamos indo ao seu encontro!  "Meu coração arde, vejo uma luz brilhar em meio a escuridão, me encontro inquieto e preciso descobrir o que há dentro de mim, as coisas que vivo já não me preenchem, quero mais, mais de Deus, me entregar mais, me doar mais. Deus me pede respostas, decisões, nenhum dia da minha vida consigo parar de pensar no que possa ser isso..."  Ei, se Deus te chama se liga aí.  Abrimos hoje as inscrições para o nosso Encontro Vocacional 2018, que acontecerá nos dias 28, 29 e 30 de Setembro em nosso Centro de Evangelização, "Casa de Maria".  Se você deseja se encontrar, e tem 16 anos ou mais, acesse o link abaixo e faça sua inscrição:  https://goo.gl/forms/RqECsZELj4CV8Eim2 NÃO TENHA MEDO,  AMAMOS TE ENCONTRAR!