Google+ Ela pode nos salvar ~ Comunidade Encontro

terça-feira, 8 de outubro de 2013

Ela pode nos salvar

"Andarei na presença de Deus, junto a Ele na terra dos vivos." (Salmo 114, 9)

Essa frase do salmista expressa a alegria da alma que diante dos homens e de Deus não tem nada a ocultar e sim a assumir. Assumir a verdade de si, a verdade de Deus e transbordar delas para o mundo que a cerca. Assim age em nós a consciência. Ela é um dom dado por Deus como joia que por ser tão preciosa é guardada em um sacrário. Este sacrário somos nós aonde foi depositado tão valioso dom. A consciência é uma grande amiga da santidade e das virtudes e age como a luz de uma vela: silenciosa, porém presente, perene e profunda.
Tão grande bem nos foi conferido para que lembrássemos sempre das respostas das perguntas: De onde vim? Quem sou? Pra onde vou? O que devo fazer nessa situação?
Sempre ouvimos dizer que o ser humano não vem com manual de instruções. Cada ser é único e incomparável. Este é o desejo de Deus. Porém, ouso dizer que a consciência humana já traz em si as marcas eternas deixadas pela criação de Deus: aspiração às coisas santas, anseio ao infinito, afeição ao céu, discernimento do bem e do mal.
Sim! Belíssimo tesouro! Que precisa ser FORMADO. A consciência humana é impregnada dessas marcas de criação, mas como em qualquer desenvolvimento, precisa ser FORMADA à luz do Espírito Santo e adquirir força, habilidades e presença.
Força: Capaz de fazer a carne e os desejos dobrarem-se diante da graça.
Habilidades: Que convencem e fazem convencer as razões e a lógica e que mesmo em meio a noite escura arrastam o homem para Deus.
Presença: Já se torna tão íntima que não se pode esquecer de consultá-la para até nos mais simples passos a serem dados.
A consciência a medida que vai sendo cuidada e alimentada por santas leituras, vida de oração, fidelidade, participação nos sacramentos, prática das virtudes, partilha, formações, torna-se uma grande amiga que não desampara e que com sua força, suas habilidades e sua presença VENCE, pois traz em si a potência do ABSOLUTO que desfaz as pobres razões e convicções do RELATIVO.
As verdades absolutas são as armas preferidas da consciência que combate com maestreza os ataques do relativismo. Não nascemos para viver condicionados às mudanças de mentalidade e atitudes propostas pelo mundo relativista. Nascemos para viver a verdade absoluta assumindo as marcas de eternidade em nós deixadas como pistas celestiais que nos conduzem ao eterno, à vida eterna.
Por tudo isso seja nossa amizade uma amizade verdadeira e intensa com a santa consciência. Ela pode nos salvar

Fernanda Rosetti – Consagrada na Comunidade Encontro

0 comentários: