Google+ Imprensa italiana publica suposta data da canonização de Madre Teresa, Vaticano responde ~ Comunidade Encontro

terça-feira, 24 de novembro de 2015

Imprensa italiana publica suposta data da canonização de Madre Teresa, Vaticano responde

O jornal Avvenire, da Conferência Episcopal Italiana informou no dia 18/11, quarta-feira, que a Beata Madre Teresa de Calcutá seria declarada Santa em setembro de 2016, durante o Ano Santo da Misericórdia.
Avvenire assinalou em sua edição de ontem que “a agência de notícias Agi, inicialmente tinha informado a data (da canonização) para o dia 5 de setembro, mas parece mais provável que a cerimônia aconteça no domingo 4 de setembro”.
Em declarações ao Grupo ACI, ontem, o Subdiretor da Sala de Imprensa do Vaticano, Pe. Ciro Benedettini, explicou que “estão estudando um projeto” sobre a futura canonização da Madre Teresa.
Embora não tenha confirmado a data que assinala a mídia italiana, Pe. Benedettini indicou que é necessário que a causa conclua e que o Papa aprove a canonização da querida religiosa de origem albanesa.
Deste modo, Pe. Benedettini afirmou que não pode confirmar se, como indicam alguns meios italianos, os cardeais se reunirão em dezembro para falar a respeito deste tema.
Os rumores da canonização da Beata albanesa começaram após a publicação do calendário oficial para o Jubileu da Misericórdia. Este Ano Jubilar começará no dia 8 de dezembro de 2015, Solenidade da Imaculada Conceição, e terminará no dia 20 de novembro de 2016, Solenidade de Cristo Rei do Universo.
Conforme o calendário publicado pela Santa Sé, no domingo 4 de setembro de 2016, será celebrada uma jornada intitulada “Jubileu dos voluntários e operadores da misericórdia”, em memória da Beata Madre Teresa, cuja festa se celebra no dia seguinte, 5 de setembro.
No último 5 de maio, durante a apresentação oficial do Jubileu da Misericórdia, Dom Rino Fisichella, principal responsável pelo evento e Presidente do Pontifício Conselho para a Promoção da Nova Evangelização, afirmou: “Atualmente, quem poderia ser mais reconhecida do que a Madre Teresa como aquela que viveu as obras de misericórdia? Quem seria mais capaz do que ela de sustentar o compromisso de milhões de pessoas, homens, mulheres, jovens que nas diversas formas de voluntariado que expressam a misericórdia da Igreja?”.
“Quantas associações vivem esta missão? Por que não o 4 de setembro como uma oportunidade de encontro entre eles? Não vejo a dificuldade de que isso aconteça”, disse naquela ocasião.
Durante mais de 45 anos, Madre Teresa atendeu os pobres, doentes, órfãos e moribundos da Índia. Ao mesmo tempo, ela impulsava o crescimento da sua congregação, as Missionárias da Caridade. Morreu em 1997, aos 87 anos de idade, em Calcutá, na Índia.
O milagre que requeria sua beatificação aconteceu em 1998, quando Mônica Besra, uma mulher que tinha um tumor maligno no abdômen ficou curada de maneira inexplicável. Esta mãe de cinco filhos, relatou que foi acolhida em Roma pelas Missionárias da Caridade depois de terem sido suspensos todos os cuidados médicos.
No dia 19 de outubro de 2003, o Papa São João Paulo II, grande amigo da religiosa, a beatificou na Praça de São Pedro no Vaticano.
Fonte: ACI Digital

0 comentários: