Pular para o conteúdo principal

O Escapulário de Nossa Senhora do Carmo

A Ordem do Carmo é uma Ordem Religiosa que desde a sua origem se distinguiu como uma Ordem eminentemente Mariana. O título jurídico é este: Ordem dos Irmãos da Bem-Aventurada Virgem Maria do Monte Carmelo. Prova desta índole Mariana da Ordem do Carmo está exatamente na existência da primeira capela dedicada a Nossa Senhora construída no Monte Carmelo. Naquela capelinha, nasceu entre os Carmelitas, o seu amor e sua devota veneração a SS. Virgem Maria. Essa devoção a Maria foi crescendo no correr dos anos, criou raízes na Ordem e fora dela e ganhou um impulso extraordinário em meados do século XIII - com a aparição de Nossa Senhora a São Simão Stock entregando-lhe o seu Escapulário.
----------1 - O que é o Escapulário de Nossa Senhora do Carmo? O Escapulário de Nossa Senhora do Carmo é um sinal externo de devoção a Nossa Senhora, que consiste na Consagração a SS. Virgem mediante a sua recepção e inscrição na Ordem do Carmo, na esperança da proteção materna de Maria. O Escapulário de Nossa Senhora do Carmo é um Sacramental, isto é, segundo a Doutrina do Vaticano II: Um sinal sagrado segundo o modelo dos Sacramentos, por meio do qual se obtém efeitos sobretudo espirituais pela intercessão da Igreja (Documento Sacrossanto Concilio do Vaticano II, n 60).
----------2 - Origem do Escapulário - No início do século XIII (1207) nascia no Monte Carmelo na Palestina a Ordem do Carmo, reconhecida e aprovada pelo Papa lnocêncio IV em 1247. Os Eremitas do Monte Carmelo foram logo obrigados a imigrar-se para a Europa. E mesmo na Europa não foram muito bem acolhidos em razão do seu estilo de vida diferente de outras Ordens Religiosas e foram até ameaçados de extinção. Em meio à angústia e sofrimentos o Superior Geral São Simão Stock, suplicava com insistência a ajuda e proteção da SS. Virgem com esta oração:
Virgem do Carmo,
Vinha florida,
Esplendor do Céu,
Virgem Mãe incomparável,
Doce Mãe, mas sempre Virgem,
sede propícia,
aos Carmelitas, Õ Estrela do Mar!

----------Conforme firme tradição, São Simão Stock teve uma visão em 1251, apareceu-lhe Nossa Senhora, trazendo em sua mão o Escapulário dizendo: “Meu filho muito amado, eis o Escapulário que será distintivo da tua Ordem. Aceita-o como um penhor de bênção que alcancei para ti e para todos os membros da Ordem do Carmo. Aquele que morrer piedosamente, vestido com este Escapulário, participará da eterna salvação!” Nós chamamos isto de grande promessa.
----------Em 1951, a Ordem do Carmo comemorou o 70 Centenário deste dom de Maria aos Carmelitas. Nessa ocasião, o Papa Pio XII escreveu aos Carmelitas uma Carta Apostólica, dizendo: Na verdade, não se trata de um assunto de pouca importância, mas trata-se da consecução da vida eterna em virtude da promessa feita, segundo a tradição, pela SS. Virgem. A importância do santo Escapulário como uma veste Mariana, é prenda e sinal da proteção da Mãe de Deus. Mas que não pensem aqueles que se revestem do Escapulário que possam alcançar a salvação eterna, entregando-se à inércia e à preguiça espiritual (Pio XII 6 de março de 1950).
----------A partir da aparição de Nossa Senhora a São Simão Stock, esta devoção Mariana foi criando corpo espalhando-se pela Europa e fora da Europa, por toda a parte, tornando-se uma devoção muito popular.
----------3 - O significado simbólico do Escapulário do Carmo - Ao se revestir do Escapulário durante a vida é bom que se saiba o seu profundo e rico significado simbólico como pertença e afiliação a Ordem do Carmo, com a obrigação de viver conforme a sua espiritualidade e o seu carisma; quem dele se reveste, deve ter sempre presente a SS. Virgem, procurando imitá-la em suas virtudes; viver e agir como Ela o fez e, como Ela fazer sempre a vontade de Deus. O Escapulário do Carmo é um Memorial de todas as virtudes de Maria. Todos nós, religiosos e leigos, que nos revestimos do Escapulário, estabelecemos um vínculo de amor a Maria, pertencemos à sua família. O Escapulário - Memorial da Virgem - deve ser visto como um espelho de humildade e castidade. Pio XII, em sua carta, exortou os fiéis a que vejam, em sua forma tão simples, um compêndio de modéstia e candura, e que vejam nele como um simbolismo da oração com a qual se invoca o auxílio divino e que, enfim reconheçam nele a Consagração ao Sacratíssimo Coração da Virgem Imaculada.
----------4 - A proteção maternal de Maria - A SS. Virgem, através dos séculos, sempre manifestou a sua poderosa proteção a todos os fiéis devotos que se revestem do Escapulário durante a vida contra todos os perigos do corpo e da alma, além da proteção ao morrer na graça de Deus; é proverbial, entre os Carmelitas, esta sentença referente aos que usam o Escapulário: Na vida protejo, na morte ajudo e depois da morte salvo. (Pio XII, 6 de agosto de 1950).

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Oração para se libertar da Dependência Afetiva

Senhor Jesus Cristo, reconheço que preciso de ajuda. Cedi ao apelo de minhas carências e agora sou prisioneiro desse relacionamento. Sinto-me dependente da atenção, presença e carinho dessa pessoa. Senhor, não encontro forças em mim mesmo para me libertar da influência dessas tentações. A toda hora esses pensamentos e sentimentos de paixão e desejo me invadem. Não consigo me livrar deles, pois o meu coração não me obedece. A tentação me venceu. E confesso a minha culpa por ter cedido às suas insinuações me deixando envolver.

Mas, neste momento, eu me agarro com todas as minhas forças ao poder de Tua Santa Cruz. Jesus, eu suplico que o Senhor ordene a todas as forças espirituais malignas que me amarram e atormentam por meio desses sentimentos para que se afastem de mim juntamente com todas as suas tentações.

Senhor Jesus, a partir de agora eu não quero mais me deixar arrastar por esses espíritos de impotência, de apego, de escravidão sentimental, de devassidão, de adultério, de loucura …

Milagres de São Bento

Santa Escolástica, irmã gêmea de São Bento, testemunha o poder de Deus               Muitas pessoas perturbadas e possessas por espíritos maus, foram libertas por São Bento. Quando São Bento ordenava que os espíritos saíssem, quando estes não obedeciam, ele esbofeteava a pessoa ou a tocava forte com o cajado, mas quem sentia o golpe era o demônio. Sobre isto comenta Santa Escolástica, que por duas ocasiões viu que após alguns golpes os espíritos deixavam as pessoas como se tivessem levado uma bruta surra.
A pedra que não se movia               Havia ali também a construção uma enorme pedra, que serviu de altar para sacrifícios ao deus pagão Apolo. Tentavam os monges remove-la, mas não conseguiam. Chamaram São Bento, que percebeu que a pedra era segurada por demônios. O Santo ordenou que se retirasse, fez o Sinal da Cruz e os demônios fugiram e a pedra pode ser removia com grande facilidade.
Salva da morte São Plácido               Numa certa ocasião aconteceu que um menino chamado Plácido …

7 dicas para servir como Maria

Dica #1: A reta intenção Maria sabia que tudo de bom que ela tinha vinha de Deus, por isso em tudo dava glórias a Ele, não a si. É possível perceber isso na oração que ela mesma nos deixou: “A minha alma engrandece e glorifica O SENHOR. Meu Espírito se alegra EM DEUS, MEU SALVADOR. Porque ELE OLHOU para humildade de sua serva. Todas as gerações, de agora em diante, me chamarão feliz, PORQUE O PODEROSO FEZ para mim coisas grandiosas” (Lc 1, 47). Quando achamos que ela vai falar de si, ela aponta para Deus, a fonte de todo bem. Então, se O motivo do meu serviço é porque EU sei mais, porque EU sou o mais bonito, porque EU falo melhor… Meu irmão, está tudo errado. Minha intenção está torta, pois a glória está sendo dada a mim, não a Deus. Às vezes até começamos direitinho, sabe? Em uma pregação, por exemplo, começamos anunciando a Boa Nova, trazendo a atenção dos irmãos para Deus, mas basta darem um risadinha que pronto, começo logo a pensar como sou bacana, engraçado e todos me amam. Aí …