Google+ Dom Bosco, rogai por nós! ~ Comunidade Encontro

sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Dom Bosco, rogai por nós!

Dom Bosco nasceu em 16 de agosto de 1815, no Piemonte, Itália. Filho caçula de três irmãos, teve em sua "Mamãe Margarida" um exemplo profundo de vida cristã que marcou profundamente seu espírito.
Aos nove anos teve um sonho profético: pareceu-lhe estar no meio de uma multidão de crianças ocupadas em brincar; algumas delas, porém, proferiam blasfêmias. Joãozinho lançou-se, então, sobre os blasfemadores com socos e pontapés para fazê-los calar; eis, contudo, que se apresenta uma personagem dizendo-lhe: "Deverás ganhar estes teus amigos não com bastonadas, mas com bondade e amor... Eu te darei a Mestra sob cuja orientação podes ser sábio, sem a qual, qualquer sabedoria se torna estultícia". A personagem era Jesus e a Mestra Maria Santíssima.


Após esse sonho, Dom Bosco fez tudo para ficar próximo dos jovens, pois "se estão comigo, dizia à mamãe, não falam mal".
Desejando fazer-se padre para dedicar-se totalmente à salvação das crianças, enquanto trabalhava de dia, passava as noites sobre os livros, até que, aos 20 anos, ingressou no Seminário de Chieri e, em 1841, foi ordenado sacerdote em Turim, aos 26 anos. Turim, naqueles tempos, estava cheia de jovens pobres em busca de trabalho, órfãos ou abandonados, expostos a muitos perigos para a alma e para o corpo. Dom Bosco começou a reuni-los aos domingos, às vezes numa Igreja, outras num prado, ou ainda numa praça para fazê-los brincar e instruí-los no Catecismo até que, após cinco anos de grandes dificuldades, conseguiu estabelecer-se no bairro periférico de Valdocco e abrir seu primeiro oratório. Os garotos encontravam ali alimento e moradia, estudavam e aprendiam uma profissão, mas sobretudo aprendiam a amar o Senhor: São Domingos Sávio era um deles.
Uma de suas recomendações foi esta: "Dizei aos jovens que os espero no paraíso". Expirava em 31 de Janeiro de 1888, em seu pobre quartinho de Valdocco, aos 72 anos de idade. Em 1º de abril de 1934, foi proclamado santo pelo Papa Pio XI, que teve a felicidade de conhecê-lo.

Fonte: Adaptado de Salesianos do Brasil

0 comentários: