Pular para o conteúdo principal

O que é ser um verdadeiro amigo de Cristo?

"Que os vossos mortos revivam! Que seus cadáveres ressuscitem! Que despertem e cantem aqueles que jazem sepultos, porque vosso orvalho é um orvalho de luz e a terra restituirá o dia às sombras. Vai, povo meu, entra nos teus quartos, fecha atrás de ti as portas. Esconde-te por alguns instantes até que a cólera passe, porque o Senhor vai sair de sua morada para punir os crimes dos habitantes da terra; porque a terra fará brotar o sangue que ela bebeu, e não ocultará mais os corpos dos assassinados.”      

(Isaías, 26 - 19s)

Um verdadeiro amigo de Cristo tem consciência e sabe que precisa muito de entrar no seu quarto interior (sua vida interior) e fechar a porta. Sabe que às escondidas, só ele e o Senhor, neste ambiente, ressuscitará, voltará a VIDA. Este também sabe que precisa morrer para o mundo, para nascer de novo. Os amigos de Jesus não são assassinos, as únicas mortes que estão em suas mãos são a morte de si e a morte para o mundo.

Aquele que é amigo do Senhor entra no “quarto” para encontrar com o Pai porque sabe que precisa ser ressuscitado por Ele, e se não o encontra entende que realmente essa luz não virá em sua vida, se não renunciar e se esconder do mundo, se tornará configurado ao mundo e não como amigo de Cristo.

Os que se parecem com o mundo, matam a Cristo.  O "sangue das almas" dessas pessoas, se pudéssemos dizer assim, e o sangue de Cristo serão cobrados pelo próprio Senhor. Deus vai cobrar aqueles que não quiseram se arrepender, não quiseram romper com o mundo e entrar no seu quarto, na intimidade com o próprio Jesus.

O amigo de Cristo sabe que precisa da ressurreição, pois percebe que está mais parecido com o mundo do que com o filho de Deus.  Ele entra diariamente no quarto para ser ressuscitado e lá começa ser travada uma batalha violenta para novamente reatar essa amizade. Na medida em que isso vai acontecendo, a pessoa é purificada dos assassinatos que cometeu no mundo, os desamores,  pecados que o fazem rejeitar o sangue de Cristo e dos verdadeiros mártires da Igreja. 

O Senhor vai passar e aqueles que não estiverem no “quarto” buscando uma verdadeira intimidade com Cristo, estes morrerão pela segunda vez, porque não foram amigos de Cristo. Aqueles que são filhos do mundo, que preferem gastar a vida com as coisas terrenas a gastá-la com o Senhor, estes conhecerão a morte eterna.

Precisamos entrar no quarto o quanto antes para orar, para entrar na intimidade com o Senhor e lá ficar! E será no silêncio deste ambiente que aprenderemos a ser um verdadeiro amigo de Cristo.

É impossível se configurar a Cristo sem deixar o mundo, sem entrar no quarto. É impossível agradar o Senhor sem conhecer Aquele que mais agradou a Deus, que em tudo cumpriu a vontade do Pai. Se você quer saber a única forma de agradar a Deus é sendo amigo de Cristo.  E essa amizade significa querer tudo o que Ele quer, passando por tudo o que Ele passou. Você entra no quarto para conhecer quem é Cristo e também para que Ele possa te treinar e te falar como deve ser cada uma de suas atitudes.

Essa amizade nos leva cada vez mais a querer desprezar o mundo e os próprios desejos para só desejar o que Deus deseja.  Jesus só desejava o que o Pai desejava. Mas, para isso, é necessário além de entrar no quarto, também fechar a porta, para sempre fechar a porta para o mundo.

É necessário  entrar no ambiente de Cristo e falar "Não importa o que acontecer, nunca mais quero sair da Tua intimidade, da tua presença, meu Senhor. Pois nada é mais valioso e importante nesta vida do que ser amigo de Cristo."

A única forma de sair do sepulcro da nossa vida é entrar na intimidade com o Pai, pois Ele nos arranca da morte.

Quem estiver no quarto com Cristo e com a porta fechada, não sofrerá quando o Senhor vier passar derramando a sua cólera sobre a terra, mas serão preservados. Estes terão em sua fronte a marca da salvação e os que não estiverem neste "ambiente" terão a marca da besta. 

Contudo, saiba que o ambiente do quarto é um espaço limitado em termos físicos, porém, infinito espiritualmente. Portanto, ser amigo de cristo é optar pelo pequeno espaço do quarto e rejeitar todo espaço que o mundo oferece.  Dentro do quarto ele rejeita todos os outros ambientes e cômodos, pois tem apenas um local, o lugar do seu encontro e amizade com Jesus. Nada mais lhe falta. Os que estão no mundo, com um espaço enorme, morrerão. Já quem está no quarto, que é considerado no mundo como alguém morto, este terá vida! 

Os amigos de Cristo desejam o espaço do céu e se resignam em renúncias, penitências para estar neste pequeno local. Os amigos do mundo aproveitam o espaço que lhe é dado, mas este comparado ao ambiente celestial é o que realmente se torna um pequeno local, porém, um pequeno lugar de tormentas, fogo e angústia eterna. É completamente o inverso. Estes que permanecerem no quarto até  Jesus voltar, serão levados para o espaço celestial, onde não há dimensão e onde Cristo será tudo.

Entenda tudo isso e você estará iniciando a mais dura e forte das batalhas espirituais da sua vida, passando pela porta estreita, ficando naquele ambiente pequeno, para depois morar no céu. Essa batalha te dará muita certeza de vida eterna, te levará a resistir a todos os apelos da carne e do mundo porque só vai querer a Cristo e, quem a Ele tem, mais nada precisará.

Quem já entrou no quarto e fechou à porta, este não tem mais o desejo de sair, pois sabe que encontrou o maior tesouro e não troca aquilo por nada.

O amigo de Cristo não tem medo de ser esquecido, rejeitado e nem de ser considerado pelo mundo porque ele mesmo já o esqueceu, rejeitou e o considerou morto.

Este não tem medo de ser considerado morto para o mundo porque ele já está morto para o mundo porque ele mesmo quis isso e por isso não se importa com mais nada que vem do mundo. Tantos outros que se dizem amigos de Cristo mas não suportam ser rejeitados , querendo sempre reconhecimentos, por isso é necessário nos contentarmos com o quase nada aqui na terra para termos o tudo no céu. E quando o Senhor passar,  que Ele não nos ache fora do quarto desfrutando do mundo, mas nos ache seguro Nele,  porque Ele vai passar!

Clayton Bechepeche Antar - Fundador da Comunidade Encontro

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Oração para se libertar da Dependência Afetiva

Senhor Jesus Cristo, reconheço que preciso de ajuda. Cedi ao apelo de minhas carências e agora sou prisioneiro desse relacionamento. Sinto-me dependente da atenção, presença e carinho dessa pessoa. Senhor, não encontro forças em mim mesmo para me libertar da influência dessas tentações. A toda hora esses pensamentos e sentimentos de paixão e desejo me invadem. Não consigo me livrar deles, pois o meu coração não me obedece. A tentação me venceu. E confesso a minha culpa por ter cedido às suas insinuações me deixando envolver. Mas, neste momento, eu me agarro com todas as minhas forças ao poder de Tua Santa Cruz. Jesus, eu suplico que o Senhor ordene a todas as forças espirituais malignas que me amarram e atormentam por meio desses sentimentos para que se afastem de mim juntamente com todas as suas tentações. Senhor Jesus, a partir de agora eu não quero mais me deixar arrastar por esses espíritos de impotência, de apego, de escravidão sentimental, de devassidão, de adultério, de louc

Milagres de São Bento

Santa Escolástica, irmã gêmea de São Bento, testemunha o poder de Deus               Muitas pessoas perturbadas e possessas por espíritos maus, foram libertas por São Bento. Quando São Bento ordenava que os espíritos saíssem, quando estes não obedeciam, ele esbofeteava a pessoa ou a tocava forte com o cajado, mas quem sentia o golpe era o demônio. Sobre isto comenta Santa Escolástica, que por duas ocasiões viu que após alguns golpes os espíritos deixavam as pessoas como se tivessem levado uma bruta surra. A pedra que não se movia               Havia ali também a construção uma enorme pedra, que serviu de altar para sacrifícios ao deus pagão Apolo. Tentavam os monges remove-la, mas não conseguiam. Chamaram São Bento, que percebeu que a pedra era segurada por demônios. O Santo ordenou que se retirasse, fez o Sinal da Cruz e os demônios fugiram e a pedra pode ser removia com grande facilidade. Salva da morte São Plácido               Numa certa ocasião aconteceu que um meni

EXAME DE CONSCIÊNCIA PARA JOVENS E ADULTOS

Como se faz o exame de consciência? Faz-se o exame de consciência trazendo à memória os pecados cometidos, a partir da última confissão bem feita.  “Qual é a mulher, que tendo dez dracmas, e perdendo uma, não acende a candeia e não varre a casa e não procura diligentemente até que a encontre? E que, depois de a achar, não convoque as amigas e vizinhas, dizendo: Congratulai-vos comigo, porque encontrei a dracma que pinha perdido?” (Lucas 15, 8-10) A dracma era uma moeda corrente na Judéia. A solicitude da dona de casa, apresentada na parábola do Evangelho a procurar a moeda em todos os ângulos dos quartos e das salas, é um excelente convite à nossa alma. Devemos examinar atentamente nossa consciência antes de nos aproximarmos da santa confissão. Não é possível detestar e confessar um mal sem conhece-lo. Ao passo que, o seu conhecimento, leva-nos à detestação e ao desejo de nos libertarmos dele quanto antes. O exame de consciência é, por conseguinte, a indagação at