Pular para o conteúdo principal

Projeto para combater tráfico humano é lançado no Vaticano

O projeto terá ênfase durante a Copa do Mundo no Brasil, a fim de evitar a exploração do trabalho e o turismo sexual

vaticano
Foi lançado nesta terça-feira, 20, na Sala de Imprensa do Vaticano, o projeto  Talitha Kum, uma Rede Internacional contra o Tráfico de pessoas. A campanha liderada pelo Congregação para os Institutos de Vida Consagrada  e as Sociedades de Vida Apostólica terá ênfase durante o Mundial de futebol que será realizado no Brasil no próximo mês.
A coletiva de apresentação do projeto foi presidida pelo prefeito da Congregação para a Vida Consagrada, Cardeal Dom João Braz de Aviz. Participaram também da coletiva, a presidente  da União Internacional dos Superiores Gerais,  Irmã Carmen Sammut, a coordenadora do projeto,  Irmã Estrella Castalone e a coordenadora da rede brasileira, “Um grito pela vida”, Irmã Gabriella Bottani.
O Cardeal destacou que os religiosos em todo mundo são empenhados na missão de combater todas as formas de tratamento desumano e degradante do ser humano, e todas as formas de escravidão, agravadas pelo tráfico de pessoas.
“Os religiosos sentem-se desafiados por esse problema, e é por esta razão que Talitha Kum foi estabelecido pela União Internacional das Superioras Gerais, inicialmente, como o  projeto  ‘Religiosas contra o Tráfico de Pessoas’ e depois, em 2009, como uma Rede Internacional da Vida Consagrada contra o Tráfico Pessoas”, explicou o Cardeal.
Dom Braz explicou que, por meio do projeto, os religiosos unem-se ao Santo Padre, na missão do “Bom Samaritano”, que derrama o azeite e o vinho sobre as feridas da humanidade, trazendo o amor redentor de Deus e a esperança de uma nova vida.
“É um convite que fazemos a todos! Unamos as nossas forças para salvar os mais vulneráveis desta escravidão do tráfico, porque ninguém pode ser excluído da alegria trazida pelo Senhor. Essa é a motivação mais profunda da Campanha que iniciamos oficialmente hoje”, disse o Cardeal.

Ações no Brasil
A coordenadora do projeto, Irmã Estrella Castalone , explicou que entre as iniciativas está a vigilância durante a Copa do Mundo no Brasil. Por se tratar de um evento de grandes proporções, muitas pessoas se deslocam à procuram de oportunidades de emprego, e são admitidas sob formas de trabalho escravo.
A religiosa informou que, em novembro do último ano, já foi realizado no Brasil um seminário para traçar as formas de ação durante a Copa do Mundo. Além dos 250 religiosos envolvidos nas atividades, a Campanha conta com o auxílio de diversas entidades.
Além da visita aos estabelecimentos, será realizado um forte trabalho de conscientição entre os brasileiros e turistas que virão ao país para o Mundial.
Irmã Gabriella Bottani, que coordena a iniciativa no Brasil,  lembrou também as ações contra a exploração sexual durante o Mundial, enfatizando ser um problema já enfrentado no país. A religiosa destacou as iniciativas que já estão em andamento no Brasil, e fazem parte do Talitha Kum, como “Jogue a favor da vida”, lançado em 8 de maio.
“A rede internacional de vida consagrada, ‘Talitha Kum’, entra em  jogo a favor da vida, contra o tráfico e todas as formas de exploração, renovando assim o seu compromisso com a vida de cada filho e filha de Deus, baseando-se na palavra de Jesus: ‘Eu vim para que todos  tenham vida,  e a tenham em abundância’”, conclui a religiosa.
Fonte: Canção Nova

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Oração para se libertar da Dependência Afetiva

Senhor Jesus Cristo, reconheço que preciso de ajuda. Cedi ao apelo de minhas carências e agora sou prisioneiro desse relacionamento. Sinto-me dependente da atenção, presença e carinho dessa pessoa. Senhor, não encontro forças em mim mesmo para me libertar da influência dessas tentações. A toda hora esses pensamentos e sentimentos de paixão e desejo me invadem. Não consigo me livrar deles, pois o meu coração não me obedece. A tentação me venceu. E confesso a minha culpa por ter cedido às suas insinuações me deixando envolver.

Mas, neste momento, eu me agarro com todas as minhas forças ao poder de Tua Santa Cruz. Jesus, eu suplico que o Senhor ordene a todas as forças espirituais malignas que me amarram e atormentam por meio desses sentimentos para que se afastem de mim juntamente com todas as suas tentações.

Senhor Jesus, a partir de agora eu não quero mais me deixar arrastar por esses espíritos de impotência, de apego, de escravidão sentimental, de devassidão, de adultério, de loucura …

Milagres de São Bento

Santa Escolástica, irmã gêmea de São Bento, testemunha o poder de Deus               Muitas pessoas perturbadas e possessas por espíritos maus, foram libertas por São Bento. Quando São Bento ordenava que os espíritos saíssem, quando estes não obedeciam, ele esbofeteava a pessoa ou a tocava forte com o cajado, mas quem sentia o golpe era o demônio. Sobre isto comenta Santa Escolástica, que por duas ocasiões viu que após alguns golpes os espíritos deixavam as pessoas como se tivessem levado uma bruta surra.
A pedra que não se movia               Havia ali também a construção uma enorme pedra, que serviu de altar para sacrifícios ao deus pagão Apolo. Tentavam os monges remove-la, mas não conseguiam. Chamaram São Bento, que percebeu que a pedra era segurada por demônios. O Santo ordenou que se retirasse, fez o Sinal da Cruz e os demônios fugiram e a pedra pode ser removia com grande facilidade.
Salva da morte São Plácido               Numa certa ocasião aconteceu que um menino chamado Plácido …

7 dicas para servir como Maria

Dica #1: A reta intenção Maria sabia que tudo de bom que ela tinha vinha de Deus, por isso em tudo dava glórias a Ele, não a si. É possível perceber isso na oração que ela mesma nos deixou: “A minha alma engrandece e glorifica O SENHOR. Meu Espírito se alegra EM DEUS, MEU SALVADOR. Porque ELE OLHOU para humildade de sua serva. Todas as gerações, de agora em diante, me chamarão feliz, PORQUE O PODEROSO FEZ para mim coisas grandiosas” (Lc 1, 47). Quando achamos que ela vai falar de si, ela aponta para Deus, a fonte de todo bem. Então, se O motivo do meu serviço é porque EU sei mais, porque EU sou o mais bonito, porque EU falo melhor… Meu irmão, está tudo errado. Minha intenção está torta, pois a glória está sendo dada a mim, não a Deus. Às vezes até começamos direitinho, sabe? Em uma pregação, por exemplo, começamos anunciando a Boa Nova, trazendo a atenção dos irmãos para Deus, mas basta darem um risadinha que pronto, começo logo a pensar como sou bacana, engraçado e todos me amam. Aí …