Pular para o conteúdo principal

Veja como você pode viver bem a Semana Santa em casa

 

Estamos de quarenta e sem muitas escolhas, tivemos que permanecer em nossos lares pelo bem comum. E mais um ano, participaremos dos atos centrais da Semana Santa em nossas casas, com os nossos familiares ou sozinhos, mas sempre em unidade com a Igreja que não nos desampara.


Em todo o mundo, milhões de fiéis acompanharão transmissões ao vivo, vivendo o mistério da Paixão de Cristo com a esperança de que a Ressurreição que é atualizada na Páscoa traga neste tempo uma nova esperança. A Igreja Doméstica, portanto, precisa estar pronta para receber sacramentos tão preciosos. 

Por isso, separamos aqui algumas dicas para que você viva bem essa semana, que é a mais importante do Calendário Litúrgico de um cristão.

Confira, a seguir.

- Na Quinta-feira, dia em que tradicionalmente a Igreja realiza o rito do Lava Pés, reproduza a cena vivida por Cristo e seus discípulos com a sua família. Separe um recipiente com água e lave os pés dos seus familiares, em espírito de oração e de profunda compaixão.

Aproveite o momento para exercitar o perdão e reconcilie-se com aqueles que ainda estão distantes de você por eventuais mágoas passadas/situações mal resolvidas. Leia e medite o Evangelho segundo São João13 (1 – 20).

- Na Sexta-feira, dia em que se recorda a Paixão do Senhor, busque meditar, às 15h, sobre a morte de Jesus, de preferência com a Leitura do Evangelho segundo São Mateus, 27 (na íntegra), diante de um Crucifixo. Aproveite para rezar, neste mesmo horário, o Terço da Misericórdia.

- No Sábado, busque viver o silêncio. Este dia representa uma grande espera pelo novo que vem. Evite usar a internet, ouvir músicas, ligar rádio ou TV. Reúna a sua família para a oração do Ofício da Imaculada Conceição e para a oração do Terço diante de uma imagem de Nossa Senhora. Maria foi aquela que, silenciosamente, aguardou o cumprimento das promessas divinas. Medite sobre as dores de Nossa Senhora e reze por todas as mães que sofrem no mundo.

Ao final da tarde, reúna os seus e medite com a reflexão abaixo:

“Que está acontecendo hoje? Um grande silêncio reina sobre a terra. Um grande silêncio e uma grande solidão. Um grande silêncio porque o Rei está dormindo; a terra estremeceu e ficou silenciosa, porque o Deus feito homem adormeceu e acordou os que dormiam havia séculos. Deus morreu na carne e despertou a mansão dos mortos. Ele vai, antes de tudo, à procura de Adão, nosso primeiro pai, a ovelha perdida. Faz questão de visitar os que estão mergulhados nas trevas e na sombra da morte. Deus e seu Filho vão ao encontro de Adão e Eva cativos, e agora libertos dos sofrimentos. O Senhor entrou onde eles estavam, levando em suas mãos a arma da cruz vitoriosa. Quando Adão, o nosso primeiro pai, o viu, exclamou para todos os demais, batendo no peito, cheio de admiração: O meu Senhor está no meio de nós. E Cristo respondeu a Adão: E com o teu espírito. E tomando-o pela mão, disse: Acorda, tu que dormes, levanta-te dentre os mortos e Cristo te iluminará. Eu sou o teu Deus, que por tua causa me tornei teu filho; por ti e por aqueles que nasceram de ti, agora digo, e, com todo o meu poder, ordeno aos que estavam na prisão: “Saí!”; e aos que jaziam nas trevas: “Vinde para a luz!”; e aos entorpecidos: “Levantai-vos!.”

Clame o Espírito Santo de Deus para que livre a sua alma das mãos do inimigo, das seduções do mundo e das más inclinações da carne. Faça propósitos de mudança de vida com o coração arrependido, acolhendo a Divina Misericórdia zela por você.

A partir da noite do Sábado, prepare-se para acompanhar a transmissão da Vigília Pascal. Não esqueça de ter velas em casa, de preferência uma para cada membro da sua família, pois este é o momento em que renovaremos as promessas do nosso Batismo e ascenderemos a vela como sinal de que as trevas foram dissipadas: estamos prontos para acolher a verdadeira luz, que é Cristo Ressuscitado.

- Finalmente, no Domingo de Páscoa, busque adornar os móveis da sua casa com toalha brancas, que representam a pureza do novo, da Ressurreição.

Em família, medite com o Evangelho segundo São João20 (na íntegra). Não se esqueça que esse deve ser um dia de alegria e de muito louvor. Dê o seu melhor para Deus nas vestes e na arrumação da casa, com amor e simplicidade de coração. Realize atos concretos de caridade para com aqueles que você conhece.

E aí, está preparado para viver bem a semana mais importante do ano? Ainda dá tempo!


Informações: comshalom.org

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Oração para se libertar da Dependência Afetiva

Senhor Jesus Cristo, reconheço que preciso de ajuda. Cedi ao apelo de minhas carências e agora sou prisioneiro desse relacionamento. Sinto-me dependente da atenção, presença e carinho dessa pessoa. Senhor, não encontro forças em mim mesmo para me libertar da influência dessas tentações. A toda hora esses pensamentos e sentimentos de paixão e desejo me invadem. Não consigo me livrar deles, pois o meu coração não me obedece. A tentação me venceu. E confesso a minha culpa por ter cedido às suas insinuações me deixando envolver. Mas, neste momento, eu me agarro com todas as minhas forças ao poder de Tua Santa Cruz. Jesus, eu suplico que o Senhor ordene a todas as forças espirituais malignas que me amarram e atormentam por meio desses sentimentos para que se afastem de mim juntamente com todas as suas tentações. Senhor Jesus, a partir de agora eu não quero mais me deixar arrastar por esses espíritos de impotência, de apego, de escravidão sentimental, de devassidão, de adultério, de louc

Milagres de São Bento

Santa Escolástica, irmã gêmea de São Bento, testemunha o poder de Deus               Muitas pessoas perturbadas e possessas por espíritos maus, foram libertas por São Bento. Quando São Bento ordenava que os espíritos saíssem, quando estes não obedeciam, ele esbofeteava a pessoa ou a tocava forte com o cajado, mas quem sentia o golpe era o demônio. Sobre isto comenta Santa Escolástica, que por duas ocasiões viu que após alguns golpes os espíritos deixavam as pessoas como se tivessem levado uma bruta surra. A pedra que não se movia               Havia ali também a construção uma enorme pedra, que serviu de altar para sacrifícios ao deus pagão Apolo. Tentavam os monges remove-la, mas não conseguiam. Chamaram São Bento, que percebeu que a pedra era segurada por demônios. O Santo ordenou que se retirasse, fez o Sinal da Cruz e os demônios fugiram e a pedra pode ser removia com grande facilidade. Salva da morte São Plácido               Numa certa ocasião aconteceu que um meni

EXAME DE CONSCIÊNCIA PARA JOVENS E ADULTOS

Como se faz o exame de consciência? Faz-se o exame de consciência trazendo à memória os pecados cometidos, a partir da última confissão bem feita.  “Qual é a mulher, que tendo dez dracmas, e perdendo uma, não acende a candeia e não varre a casa e não procura diligentemente até que a encontre? E que, depois de a achar, não convoque as amigas e vizinhas, dizendo: Congratulai-vos comigo, porque encontrei a dracma que pinha perdido?” (Lucas 15, 8-10) A dracma era uma moeda corrente na Judéia. A solicitude da dona de casa, apresentada na parábola do Evangelho a procurar a moeda em todos os ângulos dos quartos e das salas, é um excelente convite à nossa alma. Devemos examinar atentamente nossa consciência antes de nos aproximarmos da santa confissão. Não é possível detestar e confessar um mal sem conhece-lo. Ao passo que, o seu conhecimento, leva-nos à detestação e ao desejo de nos libertarmos dele quanto antes. O exame de consciência é, por conseguinte, a indagação at