Google+ Papa recorda Dia Mundial das Comunicações Sociais ~ Comunidade Encontro

domingo, 1 de junho de 2014

Papa recorda Dia Mundial das Comunicações Sociais

Em data celebrada hoje, Francisco chama a atenção para a contribuição que os meios de comunicação podem dar para a cultura do encontro

papa_dia mundial das comunicações sociais
Neste domingo, 1º, celebra-se o Dia Mundial das Comunicações Sociais. No Vaticano, o Papa Francisco recordou a data após a oração mariana do Regina Coeli, destacando a contribuição que os meios de comunicação podem dar para a cultura do encontro e unidade da família humana.
“Os meios de comunicação social podem favorecer o sentido de unidade da família humana, a solidariedade e o empenho para uma vida digna para todos. Rezemos para que a comunicação, em todas as suas formas, esteja efetivamente a serviço do encontro entre as pessoas, as comunidades, as nações; um encontro baseado no respeito e na escuta recíproca”.
mensagem do Pontífice para a data deste ano tem como tema “Comunicação ao serviço de uma autêntica cultura do encontro”. No texto divulgado em janeiro de 2014, o Santo Padre destaca que, em um mundo globalizado mas ainda marcado por tantas divisões, os meios de comunicação podem contribuir para a proximidade entre as pessoas.
“Uma boa comunicação ajuda-nos a estar mais perto e a conhecer-nos melhor entre nós, a ser mais unidos. Os muros que nos dividem só podem ser superados, se estivermos prontos a ouvir e a aprender uns dos outros”, escreve Francisco.
Para indicar o modo como os meios de comunicação podem estar a serviço da cultura do encontro, o Papa menciona na mensagem a parábola do Bom Samaritano. “Quem comunica faz-se próximo. E o bom samaritano não só se faz próximo, mas cuida do homem que encontra quase morto ao lado da estrada (…) Comunicar significa tomar consciência de que somos humanos, filhos de Deus. Apraz-me definir este poder da comunicação como ‘proximidade’”.
O Dia Mundial das Comunicações Sociais é celebrado todos os anos. A data foi uma iniciativa do Papa Paulo VI em maio de 1967. Na época, a mensagem despertava a reflexão para os meios de comunicação mais modernos como a imprensa, o cinema, o rádio e a televisão.
Fonte: Canção Nova

0 comentários: